Segunda-feira, 28 de Fevereiro de 2005

O Bar! (já Brasil)

mulheres.BMP

Passei pela rua de aspecto sujo e percorri com o olhar a fiada de bares de aspecto duvidoso.

As trabalhadoras da Noite já estavam nos seus postos de trabalho, preparadas para mais uma noite como tantas outras, terem de aturar as taradices de meia dúzia de “marmanjos” não por gosto, mas por que tinha mesmo de ser!

Puta de Vida!!!

Entrei no bar que entre todos, me despertou maior curiosidade!

Média luz, mesas, sofás, uma mini “passerelle” com um varão e uma striper com um corpo lindo!

Gostei, vou ficar aqui!

Sentei-me num canto pouco iluminado, pedi um vodka só com gelo e relaxei.

Pouco depois aproximou-se um marmanjo, camisa aberta e fio de ouro sobre o peito peludo!

Bem vinda ao "Planeta dos Macacos", pensei eu!!!!

Levantei os olhos.

Tinha cabelo negro, popa, gel e bigodinho, desviei os olhos para as mãos, no anelar brilhava um “cachuxo” com um brilhante (verdadeiro, aposto), a unha do mindinho era comprida...

Nem olhei para mais porra nenhuma!

O “animal” falava...

-Ohhh Dama vai um copo e mais qualquer coisas??

Respondi educadamente que já estava acompanhada e para meu espanto foi embora sem grandes “ondas”.

Passado um bocado voltei a admirar a “passerelle” onde agora, uma bela morena com ar exótico se enrolava e desenrolava no varão com surpreendente flexibilidade!

Era pequenina, com seios pequenos mas roliços e bem feitos, os olhos como duas amêndoas e os lábios pareciam uma rosa miniatura, mas perfeitos, não estava muito maquilhada como as outras, tinha umas mãos finas com unhas delicadas e um cabelo negro azulado que quase lhe tocada no rabo!

Rabo lindo, em forma de maçã e não de pera! Gostei!!

O que foi?!

Acham que Mulher não entende de Mulher??!!

Era linda, tão sensual que comecei a ficar toda molhada, os meus bicos do peito estavam tão duros que doíam!

Fixei os olhos nela!

Numa da suas voltas, os seus olhos cruzaram-se com os meus e fixamo-nos por segundos!

Tirou então a tanga e mostrou um monte vénus suavemente depilado dos lados, mas não totalmente, mesmo como eu gosto!

Odeio tudo rapado, penso logo em crianças!

Desta vez fixou-me provocadoramente e eu fiz o mesmo!

Acariciou-se e meteu o dedo na boca, repeti o seu gesto!

Os homens em frente estavam loucos, gemiam de contentamento, pensavam ser para eles..

Continuou a pavonear-se até acabar a música, recebeu dinheiro, palmas, gritos e assobios de contentamento!

Saiu do palco!

Pedi outro vodka e acendi um cigarro!

Senti o toque da seda e o cheiro das magnólias, nem precisei olhar para o lado!

Chamei o empregado, ela pediu vinho branco!

Sem mais nada, meti-lhe a mão entre as coxas quentes e ela entreabriu-as de modo a facilitar!

A sua mão pequenina fez-me o mesmo e de seguida colocou o dedo na sua boca e depois na minha, beijamo-nos!

A colega dela entrou em palco e nos ficamos a tocarmo-nos, a beijarmo-nos!

Abri-lhe o robe e beijei-lhe o seio, com a minha língua fui descendo até encontrar o clitóris, ela gemeu, lambi-a com firmeza e tesão e ela veio-se numa explosão de líquido morno, não abrandei, passei do clitóris para a uretra (pois é lindos, também dá muito gozo) e ela veio-se novamente!

Hoje o meu papel era dar prazer, mais, do que ter!!!

Mentirosa, estou farta de me vir!

Quando paramos, beijamo-nos acendemos um cigarro e bebemos em paz!

O bar, esse, estava dividido, entre os dois espectáculos!

O Strip!

O Lésbico!

Ela levantou-se rumo ao camarim!

Eu levantei-me rumo a casa!


Cicuta Doce

publicado por Cicuta às 21:46
link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito
|
Segunda-feira, 21 de Fevereiro de 2005

Obras!

lll.BMP

Obras, coisa interminável!

Ontem cheguei mais cedo e ainda andava por lá um "criaturo" fato de macaco só com alças branco mas completamente cheio de pinceladas de tinta das mais variadas cores, entrei e resmunguei fui ao quarto largar uns saquitos e rumei em direcção há cozinha.

Abri o frigorifico e retirei uma garrafa de branco bem seco e geladinho, servi-me num copo de pé e alto, odeio beber vinho branco em copos minorcas...

liguei o radio da parede, essas maravilhas da técnica, e repimpei-me no meu sofá na cozinha!

Sim, tenho sofás na cozinha e depois alguma coisa contra??!!!

Toda a "gente" adora vir conversar para a cozinha, parece que tem mel... e eu sempre disse que quando tivesse uma suficientemente grande haveria de lá colocar maples e sofás!

Fui bebericando e fumando, escusado será preciso dizer que ao 4 copo já nem me lembrava do honesto trabalhador que tinha na sala e calmamente fui despindo o blaser, a saia e a camisa!

Fiquei só com uma modesta lingerie de seda e renda azul petróleo, meias de liga e sapatos de salto alto!

Só não durmo de sapatos pois é muito pouco prático, mas não é nada que já não tivesse acontecido!

Estava eu no maior relax, quando me começo a sentir observada, olhei através do cabelo e que vejo eu?!

O "meu" honesto operário, paradido na porta da cozinha sem saber muito bem o que fazer.

Olhei melhor e reparei que o rapazito além de ter um belo palmo de cara e uns olhos cinzentos lindos tinha um corpito muito do comestivel...

Já tinha passado perto e ele não cheirava mal, também não tinha "pinta" de Português e embora eu não seja muito dada à Classe Operária (peço desculpa se ofendi alguém) senti um diabinho apossar-se de mim e...

Suavemente entreabri as pernas, meti a minha mão nas cuequinhas e comecei a fazer festas como se estivesse completamente sózinha!

Conforme a minha excitação ia avançando os ruidos lá atrás eram mais arfantes, e de derepente comecei a sentir um certo calor na nuca!

Uns gemidos, seguidos de uns murmurios numa língua estranha e um cheiro a almiscar, de repente tocou-me a medo, mas agarrei-lhe a mão e meti-a entre as minhas pernas!

Ele ficou colado nas minhas costas e a tesão era tanta que quase me magoava os ossos da coluna com a pressão que fazia, pelo toque parecia grosso e comprido, mas sem ser exagerado!

As suas mãos rudes mexiam-se com destreza, de repente passou para a minha frente e afundou a cara na minha vagina como se a conhecesse desde sempre, e sugou-me, bebeu-me, deu um gole do meu vinho e mete-o lá dentro, depois sugou-o todo até á última gota.

Peguei no pénis dele, era bonito, direito, com uma cabeça bonita redonda!

Dei um gole no vinho e mergulhei a minha boca no pénis dele, até bem ao fundo da garganta!

Ele gemeu e mais uma vez disse algo incompreensível, mas não pareceu contrariado!

Toda eu já era tinta, traços de tinta pelo meu corpo, meias...

Levantei-me, tirei uma "borrachinha" da mala e dei-lha enquanto ele a colocava fui ao congelador buscar gelo!

Sentei-o no maple e ele olhava para mim com o ar mais "atarantado" deste mundo enquanto calmamente eu começava a enfiar cubos de gelo na minha vagina, de seguida montei-o!

A primeira sensação foi estranha para ele, depois excitou-se mais ainda e conforme eles derretiam ele colocava mais e ali estivemos a ter atingirmos um orgasmo tal que quase uivamos em sintonia!

Levantamo-nos, fui tomar duche e quando regressei, a cozinha estava vazia excepto por um papel na porta do frigorifico onde estava pintada uma flor!


Afinal as obras, não são assim tão chatas!



Cicuta Doce

publicado por Cicuta às 23:25
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
|
Sexta-feira, 18 de Fevereiro de 2005

Metamorfose (já brasil)

CARAQLN7.jpeg

Estou farta desta minha vidinha normal!

Da minha "pent-house" com vista para o mar!

Da entrada em granito frio com aquele porteiro empertigado e paneleiro, que sempre que me vê faz uma vénia e um sorriso cretino!

Farta, das velhas com as raposas os visons, e os chapelinhos ridículos que me sorriem imenso e me dizem:

-"Hoje ainda está mauis bonita, é uma viúva tão bela, tem de voltar a casar, aquele seu amigo médico é muito bem parecido!"

Cambada de putas que não se metem na sua vida!

Chego a casa, olho pelos vidros, realmente a vista é bonita, o jacuzi também, mas não lhe acho graça nenhunha quando tenho de la meter o fuinhas do Francisco, melhor Dom Francisco, pois o cabrão é titular...

Fode-me quase como quem opera um cerebro, de luvas, máscara, e com tanto cuidado que até já adormeci, deve ter sido da anestesia....

E quando se vem, ele não se vem pois um nobre não se vem, vai-se vindo muito devagarzinho para não perder a compustura, ou para não perder muitos descendentes ao mesmo tempo!!!

Faz um ruidinho, tipo, tipo, rato a quem se pisa a pila, nunca pisei nenhuma mas deve ser algo parecido!

Deixemos o cabrão do Xiquinho!!!

Quanto mais olho há minha roda mais acho que esta merda precisa de animação!!!

Primeiro vou fazer obras:

Isso, obras!!!!

Paredes há prova de cuscos (som) chão idem idem, etc, etc,

Amanhã aviso o fininho do porteiro e ele avisa o comdomínio, num istantinho!!!

Vou também renovar um bocadinho o meu guardaroupa e comprar os apetrexos!

NEXT DAY:

- Sr.... a partir de amanhã o meu "apart" entra em obras, grandes obras!

Vem um Arquiteto meu amigo que orientará tudo, será tudo muito rápido e penso não incomodar os vizinhos a não ser o absolutamente necessário!

- Obras, menina, mas tem algum problema???

- Não que o Senhor tenha alguma coisa a ver com isso, mas vou aprender a tocar instrumentos musicais de sopro, e passar a dar Saraus em casa, sendo assim tenho de fazer pequenas alterações de modo a tirar o maior partido da música sem incomodar ninguém.

- Como o Senhor bem sabe eu sou uma Mulher discreta, que não gosta de dar nas vistas e de incomodar ninguém!

- Claro Menina, tem toda a razão, a Menina sempre foi uma Mulher muito ponderada, direi mesmo, é um exemplo para todo o condomínio!

A continuar


Cicuta Doce

publicado por Cicuta às 23:22
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quarta-feira, 16 de Fevereiro de 2005

O jogo! (brasil)

Eric Drudwyn.jpeg

Imagem de Eric Drudwyn in Galeria Artes BDSM

Vamos combinar uma coisa!

Tu vais para os copos, para a perdição, vais poder provocar e deixar-te seduzir até onde bem ententenderes!

Eu vou para os copos, para a perdição e vou fazer precisamente o mesmo!

Só temos uma combinação a uma hora não marcada vou enviar-te uma SMS e Tu vais fazer o que lá está escrito, mas só nas seguintes condições:

Não ires interromper nada que tenhas começado, nem mesmo uma bebida!!!!

Só se realmente a tua tesão for maior do que a tua curiosidade!

Não tens horas para chegar, mas quanto mais tarde menos tempo tens!

Tens de ir bem bebido e com a imaginação bem fértil!

Vais ter de ir de taxi e de levantar uma coisa num balcão!

Não vais encontrar própriamente o que esperas!

PRINCIPALMENTE:

Não mandas SMS's!

Não telefonas!

Não fazes perguntas!

São estas as condições!!!

Se não fores não tens de dizer nada!

E Eu posso sempre não te chegar a mandar SMS, nenhuma!


Aceitas o jogo??!!!


Cicuta Doce



Et: Leva as algemas a fazer de cinto, nunca se sabe!!!!!!!!!!!!!

publicado por Cicuta às 21:32
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Sábado, 12 de Fevereiro de 2005

Deita-te

montote


Deita-te, deita-te na mesa fria de granito, podes gritar á vontade!

Nem uma alma te vai ouvir! há tua roda só tens penumbra e teias de aranha!

Os grandes e desbostatos resposteiros tapam ligeiramente o frio que entra pelas frinchas das portas de madeira corroídas!

Não, não te vais mexer estás amarado, tão indefeso como um porco para a matança, com uma diferênça, Eu não te vou matar vou saborear-te!

Estás nú! O teu pénis normalmente hirto e desasiador está pequeninho e engelhado como o de um bebé, te garanto que não é do frio, é medo!

É Terror!

Tapo-te os olhos, pois é odeias ficar sem ver... ficacas "castrado" coloco-te uma massa feita de cravinho da indidia junto ás narinas, que pena, lá se foi o olfato!

E a audição, a audição meu amigo, essa vais quase desejar perde-la!

Cubro-te o corpo com uma materia quente viscosa, e lvou meter a minha língua onde eu muito bem quero!

Hummmm, está bem apertado, o que o medo não faz!, mas a minha língua é forte e eu muito persistente.

Toco-te os as mãos ao de leve e sem mais nem menos cravo-te as unhas e rasgo-te o peito!

Não vais, morrer, está descançado...

Uns fios de sangue escorrem em direcçao ao teu pénis!

Que por sinal já não está tão medroso, mas o que ele quer eu não lho vou dar!

Vou esperar que se junte mais que a quantidade de seiva seja maior, pois uma Mulher precisa de se alimentar!

Uma porta abre, sentes o frio e sentes mais mãos, é isso são mais Fêmeas esfaimadas, mas nelas mando eu!

Só Eu te bebo, só eu te mato, tu ficas ai a ouvir e a imaginar o que se passa!

Calculo que tenhas uma boa imaginação, todos os Homens têm quando se fala em amor lesbico!!

Estou deitada num monte de panos de veludos e sedas de cor carmim e azul noite com laivos de malva, entre centenas de almofadas!

E elas estão por toda mim penteiam-me os cabelos, metem-me os dedos e as língua como só Mulher sabe fazer!

Anda aqui um um tolo que me penetra por detrás, mas sómente para dar cor e para te animar a audição, pois enquando ele pensa que eu gozo por ele, eu gozo é com a língua e os dedos delas!

Que bom, não resestiste e vieste-te!!!

Chego-me a ti e bebo-te, chupo-te, ponho os meus dedos na minha vagina e meto-tos na tua boca!

ahhhh morder não vale!!

publicado por Cicuta às 10:11
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sexta-feira, 11 de Fevereiro de 2005

Loucura

marrada.jpg

Leva-me para essas caves escuras e húmidas, com cheiro a bafio e a medo!

Amarra-me a essas grades imundas!

Rasga-me as roupas, mas não me arranques a lingerie, estraga-a corta-a com os dentes!

Passa a tua faca afiada no meu peito só até vincar!

Ata-me as mãos!

Prende-me os pés bem afastados!

Insulta-me, atira-me com a água gelada directamente no corpo sem dó nem piedade, não ligues aos meus lamentos!

Penetra-me com algo frio e duro, mas não me toques nem com um dedo, não me dês um pouco que seja do teu calor do teu odor!

Puxa-me o cabelo, puxa-o como se o fosses levar contigo!

Deixa-me desnuda e descomposta, depois de teres vindo para cima de mim!

Vais ouvir-me gritar, uivar de raiva, por estar amarrarada e não te poder beber!

Mas vai-te e não olhes para trás principalmente não me toques, pois o aroma que sentes não é do mel é do veneno que a minha pele destila!

Deixa-me sem pena á mercê de algum animal faminto ou de algum incautco do qual farei a minha presa!

De Ti só quero o prazer, a volúpia, a loucura, mas terás sempre de me manter acorrentada!

Se um dia falhares eu Devoro-te!

publicado por Cicuta às 20:52
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

*mais sobre mim


* ver perfil

* seguir perfil

. 5 seguidores

*pesquisar

 

*tradutor / tranlater

*posts recentes

* A noite

* Depois dos 50...

* A melodia do desejo…

* Lingerie para Sereias & n...

* Asfixia

* Oração das Mulheres Resol...

* Eternos

* O Primeiro Amor

* Voltar a trás...

* Sonhos?!

*arquivos

* Agosto 2013

* Maio 2011

* Abril 2011

* Agosto 2010

* Julho 2008

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2006

* Março 2006

* Fevereiro 2006

* Janeiro 2006

* Dezembro 2005

* Novembro 2005

* Outubro 2005

* Setembro 2005

* Agosto 2005

* Julho 2005

* Junho 2005

* Maio 2005

* Abril 2005

* Março 2005

* Fevereiro 2005

*tags

* todas as tags

*favoritos

* nem cornos, nem sacanas

*links

* Martini in the Morning

*Envenenados:


Contador Grátis

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.
SAPO Blogs

*subscrever feeds