Quinta-feira, 31 de Março de 2005

Vidas passadas...(já brasil)

vidaspassadas.jpg

A "banheira" forrada de pequenos ladrilhos de lapis lazulis e ouro tem pouco mais de 3x3 m e é o suficientemente profunda para eu ficar com água pelo peito!

Enquanto as escravas a enchiam jarros de água fervente que vinha das cozinhas eu aguardava sentada numa otomana de seda vermelho sangue!

A minha escrava preferida penteava-me o cabelo e passava-lhe agora com óleo de visom, próprio para evitar a secura do pó do deserto e do sol abrasador que embora com os véus sempre me queimava o cabelo!

O meu cabelo é claro, com alguns fios brancos, totalmente brancos, a minha pele outrora clara tornara-se cor de pastel, talvez do ar vindo do deserto!

As pinturas tinham sido retiradas, o kool dos olhos, o barro ocre que dava cor nas bochechas, o pó retirado das plantas com que nos pintavamos, tudo venenoso, mas nós eramos venenosas!!

Cleopatra por exemplo, era bem mais venenosa que a áspide de a matou!!!

Devagar, Isiris despiu-me as vestes de seda e veludo , retirando com cuidado todas aquelas fitas que me envolviam o corpo, marcando-me o peito, fico nua.

Naquele tempo não se usava nada por baixo.

As sandálias de tiras de couro entrelaçadas são-me também retiradas, olho para as pernas marcadas, que feio!

Isiris, sorri e adivinhando os meus pensamentos dá-me uma massagem com óleo de especiarias, adoro o cheiro adoro sentir as suas mão macias em meu corpo!

Enquanto ela trata de mim as outras vão acabando de encher a “banheira” com a água fervente e depois começa a mistura de óleos e flores e o cheiro que se desprende é completamente mágico e envolvente!

A luz dos archotes ajuda a dar o ar místico e elas começam a sorrir e a dar pequenas corridas em roda dos eunucos que se mantêm inalteráveis!

As cortinas semitransparentes não servem para tapar nada mas apenas para “fazer de conta”, eu sei, todas nós sabemos, que por detrás delas os homens aguardam para me ver tomar banho!

Tomar banho e brincar com as minhas escravas!

Como as Mulheres são cruéis, como adoram provocar sabendo que Eles estão lá, mas não lhes podem tocar!

Por vezes adivinho-lhes os ruídos da mão, os esgares no rosto e sinto-lhes o cheiro quando se veem!

O banho está pronto!

Entre risos elas pegam em mim e levam-me para a água, Isiris entra comigo e em mando que entrem mais duas!

São mulheres de corpos bonitos, tom de pele cor de ébano, olhos amendoados de cor negra!

Por que será que as Mulheres do povo são sempre naturalmente bonitas? Bonitas, bem feitas, não precisam de pintura, são de uma beleza natural!

Acho que é uma compensação da Natureza por terem nascido pobres, será?!

Elas tocam-se e beijam-se!

Isiris olha para mim, pego-lhe na mão e levo-a até ás escadas sento-me e deito o corpo para trás, ela já me conhece, sabe bem o que quero!

Olha-me nos olhos e mergulha!

O seu rosto afunda entre as minhas pernas, a sua língua penetra no meu íntimo!

As outras estão loucas de desejo e aproximam-se!

Toco-as e beijo o peito empinado de uma delas, Isiris emerge qual Vénus (mas perfeita) e agarra uma pelos longos cabelos, puxa-os e ela geme as outra beijam-na e metem-lhe a mão os dedos até ela se vir!

Os ruídos atrás das cortinas estão cada vez mais intensos!

Entretanto eu ordeno!

- Agora, lavem-me!

Prontamente sou lavada e esfregada com as flores do banho!

Apetece-me boiar e ser acariciada!

Enquanto o faço uma apoia-me a cabeça e outras duas as pernas, não, não é por isso, eu sei boiar!

Depois disso Isiris começa a masturbar-me e a outra vai metendo o dedo e um pequeno objecto que se usava naquele tempo, era de bronze o que era um aborrecimento mas, servia!

E assim eu me vim dentro de água que é uma das formas que mais gosto, aliás nós passamos 9 meses dentro de água!

Saio do banho, bato palmas elas saem a gargalhar nervosas, fica Isiris que me vai por o creme de cera de abelhas!

Olho para as cortinas e sorrio enquanto Isiris me massaja com o creme, depois faço-lhe o mesmo a ela, visto uma túnica ampla, deito-me na otomana e Isiris sai, sempre de costas para a porta!

Encho uma taça com vinho, depenico uma uvas e aguardo que venha o meu Amo!

Ele não tinha lá estado, eu sabia que não, conheço-lhe o cheiro!!!!!



Cicuta Doce


Et: A foto não é minha, claro que não vos vou mostrar a minha foto! Mas a pantera é!

publicado por Cicuta às 23:17
link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De cicutadoce a 2 de Abril de 2005 às 16:00
Miss Lust, aguardo-te então!


De cicutadoce a 2 de Abril de 2005 às 15:59
Fazer-te Vir, depende de quem estiver comigo no quarto de hotel. Beijo doce


De Miss Lust a 2 de Abril de 2005 às 01:25
Minha nossa... sem ar, volto amanha para comentar. beijo doce


De Fazer-te_Vir a 2 de Abril de 2005 às 00:37
Ele não tinha la estado = sinto-lhes o cheiro quando se vêm = o conhecimento do velho egipto = tens tanta imaginação ao vivo num quarto de hotel como neste blogue?


De cicuta a 1 de Abril de 2005 às 18:04
LaOtraChicaManita pois concordo contigo ler no trabalho não dá muito jeito a menos que o Chefe ou os colegas sejam de se comer!!!! Beijo


De cicuta a 1 de Abril de 2005 às 18:02
Infiel desculpa ter passado o Zuco na tua frente mas ADORO uma boa "guerra", "vivi" quase tudo e tenho bem mais para contar. Beijo


De cicuta a 1 de Abril de 2005 às 18:00
Zuco "touché" mas o linho incomoda-me e o algodão era considerado impuro... Pena realmente que a seda só tenha aparecido depois dos Faraós!!
Adoro seda, quanto à Cleo quem disse que a conheci? Tu conheces-me??!! Beijo venenoso e bom fim de semana


De Zuco a 1 de Abril de 2005 às 17:28
Como é bom abandonarmo-nos aos cuidados de outros... Cicuta sempre inspiradora! Ai ai... Está-me a apetecer um banho. Vou para casa. Bom fim de semana (Mas se vivesses nessa epoca não te podias lembrar da seda nem da Cleo...)


De LaOtraChicaManita a 1 de Abril de 2005 às 11:28
PRONTO! Mais um blog ao qual eu n posso aceder na hora de trabalho! Chiça mulher tu deixas qq um possuido c estas coisas... Agora quem nos aguenta até ao fim do dia? ehehehe Bjokas


De Infiel a 1 de Abril de 2005 às 10:14
Pela maneira como a querida cicuta doce escreve consigo acreditar que viveu mesmo tudo o que descreveu. beijo da Infiel


Comentar post

*mais sobre mim

*pesquisar

 

*tradutor / tranlater

*posts recentes

* A noite

* Depois dos 50...

* A melodia do desejo…

* Lingerie para Sereias & n...

* Asfixia

* Oração das Mulheres Resol...

* Eternos

* O Primeiro Amor

* Voltar a trás...

* Sonhos?!

*arquivos

* Agosto 2013

* Maio 2011

* Abril 2011

* Agosto 2010

* Julho 2008

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2006

* Março 2006

* Fevereiro 2006

* Janeiro 2006

* Dezembro 2005

* Novembro 2005

* Outubro 2005

* Setembro 2005

* Agosto 2005

* Julho 2005

* Junho 2005

* Maio 2005

* Abril 2005

* Março 2005

* Fevereiro 2005

*tags

* todas as tags

*favoritos

* nem cornos, nem sacanas

*links

* Martini in the Morning

*Envenenados:


Contador Grátis

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.
blogs SAPO

*subscrever feeds