Terça-feira, 28 de Março de 2006

Veneno

Calvato.jpg
Foto by Calvato


Somos veneno!

Veneno um do outro!

Veneno que mata mas mata lentamente.

Sentimos dormência, formigueiro...

Quando nos tocamos, explodimos em chamas, tudo morre em nosso redor...

Ardemos por dentro, trememos em espasmos descontrolados, nossos corações derretem as nossas Almas fundem-se na dor e no prazer!

Nos nossos orgasmos trocamos venenos!

O meu é antídoto do teu!

O teu é antídoto do meu!

Somos veneno!

Veneno um do outro!



















Cicuta

publicado por Cicuta às 17:39
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Miss Lust a 2 de Abril de 2006 às 14:54
Veneno delicioso, viciante. Cicuta resto de um optimo FDS


De http://shakermaker.blogs.sapo.pt a 30 de Março de 2006 às 20:26
Ora viva Cara Cicuta... Quem diria, e eu que pensava que só as mulheres eram venenosas?! Calma, não é preciso rogar-me pragas, apenas disse uma coisa que costumo ouvir por aí nas bocas do povo. Até porque, todas as mulheres que conheço são doces, o problema é que eu prefiro as amargas. Se bem que também vou à bola com as agridoces, são mais equilibradas. Gostei da combinação, orgasmo e veneno, vou experimentar a receita ou porventura misturar os ingridientes. Creio que não é preciso dizer que fornece o veneno... Contudo, só mediante de como for o orgasmo. Ou nunca desse eu um ponto sem o respectivo nó, a preceito e sempre para meu proveito. Afinal, para quando uma migração para os blogs beta?! Vá lá, pode ser o inicio de umagrande aventura, ou vai-me dizer que não se lembra do entusiasmo da sua primeira vez? Bem me parecia! Um abraço... SHAKERMAKER


De Carlos a 30 de Março de 2006 às 12:22
Que me venha esse mulher
depois de alguma chuva
que me prenda de tarde
em sua teia de veludo
que me fira com os olhos
e me penetre em tudo.

Que me venha essa mulher
com um desejo agreste
com um cheiro de mato
que me prenda de noite
em sua rede de braços
que me perca em seus fios
de algas e sargaços.

Que me venha com força
com gosto de desbravar
que me faça de mata
pra percorrer devagar
que me faça de rio
pra se deixar naufragar.

Que me salve essa mulher
com sua febre de fogo
que me prenda no espaço
de seu passo mais louco.


Comentar post

*mais sobre mim

*pesquisar

 

*tradutor / tranlater

*posts recentes

* A noite

* Depois dos 50...

* A melodia do desejo…

* Lingerie para Sereias & n...

* Asfixia

* Oração das Mulheres Resol...

* Eternos

* O Primeiro Amor

* Voltar a trás...

* Sonhos?!

*arquivos

* Agosto 2013

* Maio 2011

* Abril 2011

* Agosto 2010

* Julho 2008

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2006

* Março 2006

* Fevereiro 2006

* Janeiro 2006

* Dezembro 2005

* Novembro 2005

* Outubro 2005

* Setembro 2005

* Agosto 2005

* Julho 2005

* Junho 2005

* Maio 2005

* Abril 2005

* Março 2005

* Fevereiro 2005

*tags

* todas as tags

*favoritos

* nem cornos, nem sacanas

*links

* Martini in the Morning

*Envenenados:


Contador Grátis

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.
blogs SAPO

*subscrever feeds