Quarta-feira, 16 de Março de 2005

Cidade de fronteira...(ja brasil)

cidadedefronteira.jpeg

Estou numa pequena cidade de fronteira.

Fronteira com o quê?!

Não sei nem me interessa, mas falam qualquer coisa parecida com Espanhol!

Estou num quarto pequeno, com ar velho e decadente, cama de casal com uma colcha de setim desbotado, que um dia deve ter sido encarnado!

Reposteiros do mesmo tecido com rebordo de berloques, a um canto uma cadeira a imitar Império com o tampo forrado de tecido igual.

Escondido por detrás de uma cortina, um lavatório e um bidé, com as respectivas toalhas e sabonetes.

Cheira a desinfectante, um cheiro forte, desagradável, tipo veterinário de gado.

Da janela avista-se uma "cidade" pequena, com ar tão pobre e miserável como o quarto, em frente fica um bar com mesas cá fora.

Está tanto calor na rua como dentro do quarto, mas lá fora não cheira tão mal!

Saio para a rua perante uns olhares curiosos, olham para o meu vestido de seda trasmparente que deixa ver o soutiem de renda branca e para a racha da saia que chega quase 2 palmos acima do meu joelho!

Faço um sorriso e entro no bar, peço um vodka puro com muito gelo e sento-me numa mesa cá fora!

O sol começa a por-se!

Cruzo a perna e tiro um cigarro, neste instante uma chama aparece-me diante dos olhos e uma voz de Homem diz!

- Dê-me esse prazer!

Com o cigarro aceso, olho para o meu "isqueiro", é alto, cabelo ruivo escuro, queimado pelo sol, tem sotaque estranho e mãos de trabalho!

Agradeço e convido-o a sentar-se, ele aceita.

Chama-se Jan, é de ascendência Irlandesa, trabalha com gado, não tem poiso certo, estudou até ao 3º ano de Arquitetura, casou, aborreceu-se e pirou-se!

Desde então que corre Mundo, foi marujo, andarilho, fotografo, jardineiro, carpinteiro fez de tudo um pouco, fica enquanto gosta, quando não gosta, vai embora!

Ficamos a conversar e a beber, a beber e a conversar e a noite vai caindo!

A minha saia esta toda aberta, deixando á mostra a meia de liga que sempre uso, embora nesta cidade esteja calor, sei que ainda não é Verão!

O alcool também está a fazer efeito, olho para ele fixamente nos olhos, o calor sempre me deu tesão, mas, bolas o frio também dá!

Ele olha-me com aqueles olhos muito azuis, e sem mais nem menos pega na minha cara e dá-me um beijo, um beijo que nada, um linguado!

A lingua dele toca-me no céu da boca e eu chupo-lhe a dele, aproveito e meto-lhe a mão na braguilha, ele não se fica atrás e mete a mão nas minhas cuequinas de renda brancas!

O sexo dele quer saltar cá para fora e eu estou toda molhada, o dedo dele penetra-me lentamente!

Ele pede a conta, pego-lhe na mão e levo-o para o hotel, subimos as escadas a correr abro a porta, ele empurra-me de encontra a parede e arregaça-me o vestido!

Afasta-me as pernas e com o joelho obriga-me a mantê-las afastadas, mete-me o dedo no cú e morde-me o pescoço, eu vou desapertando-lhe a barguilha, com dificuldade, pois está tão teso que se torna difícil.

Consegui! O pénis dele "salta" exuberante e fica hirto e rijo, consigo mexer-me o suficiente para o "meter" entre as minhas pernas!

O meu "eu" escorre para cima do sexo dele e "queima-o"!

Com um movimento brusco consigo virar-me de frente para ele e baixo-me, pego-lhe no sexo e meto-o na boca e afundo-o no fundo da garganta e fecho-a apertando-a, ele tem um espasmo!

Saltamos para a cama e ele beija-me e morde-me o peito sem tirar o soutiem, limita-se a coloca-lo debaixo do peito, como os soutiens das putas, fico com o peito empinado!

Não o deixo tirar-me as cuecas nem as meias, ele põe-me a cueca de lado e penetra-me, cruzo as pernas ao redor do seu pescoço e ele mete-te-o todo!

Quando se está quase a vir, peço-lhe para se vir para cima de mim e ele acede, enquanto ele se vem eu vou-me esfregando com o seu sémem pelo corpo todo, e isso dá-me prazer e eu venho-me também!

Enquanto ele recupera eu afago-me lentamente e tenho mais um dois orgasmos, ao começar o terceiro ele já está pronto outra vez!

Recomeçamos!

Nasce o dia, ele veste-se e sai!

Eu visto-me e abandono aquela cidade de fronteira!

Como é que se chamava?

E isso interessa??

Não, claro que não, foi só mais uma!



Cicuta Doce

publicado por Cicuta às 22:24
link do post | comentar | favorito
|
15 comentários:
De cicutadoce a 19 de Março de 2005 às 23:27
Borboleta Assanhada, isso vindo de ti é um grande elogio!


De cicutadoce a 19 de Março de 2005 às 23:26
Fazer-te Vir, o nome é sugestivo, mas será??!! "Ser ou não ser eis a questão" E tu és??? Beijo sem foda!


De cicutadoce a 19 de Março de 2005 às 23:23
lisbon41, foi de propósito, odeio "coisas" certinhas...


De BorboletaAssanhada a 19 de Março de 2005 às 19:16
Dassssss que vontade que me deste, mulher...grande(s) foda(s), sim senhora...;)


De Pale Gold Snake a 19 de Março de 2005 às 07:47
CICUTA DOCE: E qts vezes é que isso já não aconteceu... e qts delas não foram as tuas palavras que acenderam o rastilho... Beijos de obrigado por tão doce veneno que me espalhas nesta minha alma alucinada...


De Fazer-te_Vir a 19 de Março de 2005 às 00:33
Deves ser uma boa foda porque consegues ter esses teus sentidinhos todos à flor da pele, mas isto é só uma impressão, sei lá se és uma boa foda, mas deves ser!


De LISBON41 a 18 de Março de 2005 às 22:31
Nao concordo nada com o beijo no mamilo direito...) acho que se devem balançar as coisas e como tal deve ser pelo menos um no mamilo direito e outro no esquerdo...e de longa duração...com umas mordiscadelas á mistura..ate ficarem bem rijos :)
Beijocas
Ja estou a espera do proximo post :)


De cicutadoce a 18 de Março de 2005 às 20:26
Xupa Nu Pipi, gosto muito de o ver por aqui! Claro que foi só "mais uma", mas que uma!!!! Beijo no seu peito


De cicutadoce a 18 de Março de 2005 às 20:24
LISBON41, coloquei o teu beijo no mamilo direito, concordas? Mordida na anca.


De cicutadoce a 18 de Março de 2005 às 20:20
Morena, obrigada, beijo doce.


Comentar post

*mais sobre mim

*pesquisar

 

*tradutor / tranlater

*posts recentes

* A noite

* Depois dos 50...

* A melodia do desejo…

* Lingerie para Sereias & n...

* Asfixia

* Oração das Mulheres Resol...

* Eternos

* O Primeiro Amor

* Voltar a trás...

* Sonhos?!

*arquivos

* Agosto 2013

* Maio 2011

* Abril 2011

* Agosto 2010

* Julho 2008

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2006

* Março 2006

* Fevereiro 2006

* Janeiro 2006

* Dezembro 2005

* Novembro 2005

* Outubro 2005

* Setembro 2005

* Agosto 2005

* Julho 2005

* Junho 2005

* Maio 2005

* Abril 2005

* Março 2005

* Fevereiro 2005

*tags

* todas as tags

*favoritos

* nem cornos, nem sacanas

*links

* Martini in the Morning

*Envenenados:


Contador Grátis

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.
blogs SAPO

*subscrever feeds